Diário d'Inês

quarta-feira, junho 01, 2016

Escolhas

Querido diário,

Um outro texto que escrevi para participar no desafio da #7hink.

No amor não se traçam limites. Não existe um ponto definido entre o que é certo e errado. A única linha que podes traçar é a do infinito. Porque amar é infinito. E infinitamente impossível definir.
Então, não me venham com as tretas de uma escolha por 
amor. Não existem escolhas por amor. O amor é a escolha. Tudo o resto são consequências. És tu que escolhes amar. E, então, amar é aceitar. E eu aceito ver feliz quem amo. Mas sei que aceitar não é perdoar. E que se podes partir, eu posso não querer ficar. E assim eu escolho. Sabes, longe ou perto, eu quero que sejas feliz.
E é assim que as nossas escolhas se definem num único caminho. O da felicidade. E és tu que escolhes. Que se dane as escolhas do teu amor. O que tu aceitas não são as escolhas de quem amas. O que tu realmente aceitas é a felicidade. Tu queres ver quem amas feliz. Porque é isso que te faz feliz. E isso é amor.




#amor #escolhas 

Sem comentários:

Enviar um comentário