Diário d'Inês

quarta-feira, dezembro 20, 2017

Insónias

Há insónias de corações de amor. Insónias de sono vazio e coração cheio. Insónias para que te escreva. Insónia para que te grite, que te queira. Tanto me fervo nesta insónia de ti. Insónia de desejo. Tanto grito sem me ouvir, tanto escrevo sem te ler. Tanto sinto o bater do meu coração. Queria tanto te ouvir e queria tanto o teu toque sentir. Insónia vazia, fria. O telemóvel não toca. Tu não me tocas. Tanta existe esta insónia em mim com vontade de ti. Loucura de nós. Só os loucos têm a coragem de sentir. Tanto te sinto. Louca de ti, por ti, em ti. Não há pele como a tua. Não há fervor como o teu. Toque quente, ardente. Desejo. Beijo. Lençóis perdidos, não esquecidos. Gemidos. Um beijo vencido. Insónia de loucura. Insónias nossas. Que sejam as tuas. Insónias cruas. Só o que nos mata de desejo nos faz sentir vivos. Insónias.

Foto de Diário d'Inês.

Sem comentários:

Enviar um comentário