Diário d'Inês

sábado, agosto 08, 2015

Corpo e Alma

Querido diário,

O despertar de ti pode ser tão fácil. E pode ser tão difícil. Depende do estado da tua mente. As emoções que sentes, os passos que dás na tua vida, o vento que te sopra na face. Os segredos que guardas, os segredos que partilhas. A tua alma escondida quando não queres gritar o que desejas para mais ninguém. O que viveste e o que ainda queres viver. E queres viver contigo. Saber os teus medos, desejos. Encontrar-te. Mais que encontrar alguém. Por vezes ou até de repente, a vida pode mudar o sentido. Quando sentes o bater do coração quando te tocam, quando pode ser o despertar da tua alma. Não queres dar de ti. Nem todas as pessoas que tocaram no teu corpo, conseguiram tocar na tua alma. Tocar no teu corpo é algo fácil, sem perigo. Com algumas emoções redundantes de um desejo que ele te pede. Algo que vives o momento e viras a página para te encontrares numa próxima. E é tudo tão simples. Que simplicidade seria se tudo de resumisse ao teu corpo. Mas existe quem pode conseguir tocar na tua alma. De quem pode ter a capacidade de desorganizar o teu mundo. O mundo que tu não queres abrir. O mundo que hoje queres deixar fechado para ti. A verdade, é que nem todas as pessoas precisam conhecer a tua alma. Mas... mas quando o teu corpo e alma se unem, apenas precisas respirar fundo. Respira fundo e sente. Quando fizer sentir, lembra-te, vai fazer sentido.


Sem comentários:

Enviar um comentário