Diário d'Inês

domingo, maio 18, 2014

6 Meses

Querido diário,

Já passaram seis meses desde que me despedi do meu coelho Bennie. Na verdade, nunca tive coragem de escrever como tudo aconteceu e na verdade seria doloroso demais, transmitir. Afinal, merecem ficar as boas memórias. Mas nem sempre são apenas essas que ficam. Faz hoje seis meses, por volta das dezoito da tarde a uma segunda-feira, dia 18 de Novembro de 2013, que o telemóvel tocou da clinica onde estava o Bennie internado e eu ouvi: "Infelizmente, o Bennie não resistiu". Nunca na minha vida vou esquecer a voz da médica e estas palavras.

Seis meses depois, posso dizer que todos os dias penso nele. Ao longo destes seis meses leio muito sobre coelhos, porque nunca soube do que ele morreu, leio por vício, para aliviar a minha dor e para conseguir ajudar o próximo. Ajudo os animais que possa como antes, mas agora ainda com outro ponto de vista e com um coração diferente. Tenho outra coelha, a Bonnie, em homenagem ao Bennie. Um doce de coelha, amorosa, ainda bebé, uma binky bunny, uma mega trituradora de feno e devoradora de tudo. O Bennie marcou a minha vida para sempre. Deixei de comer carne, pouco depois que o Bennie partiu. Por ter percebido que todos têm direito a uma vida melhor e que faz parte de mim esta opção. Faz-me melhor a todos os níveis. Não tenho de justificar a ninguém, nem precisam apontar o dedo, são as minhas opções. Afinal, não tenho razão nenhuma para não o fazer, antes pelo contrário. Ser vegetariano, é uma opção, é um modo de vida e apenas faço aquilo com que me sinto bem.

Na vida, quando crescemos chegamos a uma altura em que olhamos as coisas de outro modo e estamos sempre a tempo de mudar. É assim em tudo na vida. Afinal, isto são apenas umas breves férias que temos de aproveitar. Não é por nada daquilo que sofremos que isto deixa de ser tão bom e que prazer, ter tudo aquilo que tenho! E que prazer e orgulho, ter tido o meu Bennie. Oxalá eles soubessem, o quanto nos fazem felizes.

Meu amor, mais uma vez, espero que tenhas encontrado a Paz.

R.I.P. Bennie.




Sem comentários:

Enviar um comentário