Diário d'Inês

terça-feira, dezembro 15, 2015

Intensamente

Querido diário,

"Penso demasiado em tudo. Se fiz bem, se fiz mal, se devia ou não, se podia ou não. Penso em tudo, até no mais insignificante pormenor no qual ninguém quer saber. Mas eu penso nele, e eu sofro por causa dele. O problema ainda não chegou mas eu já sofro com ele. Talvez seja porque vivo tudo intensamente, o mau, mas também o bom. Não conheço meios-termos ou formas leves e superficiais de sentir e viver. O meu coração pode estar sempre em sobressalto, mas pelo menos está sempre vivo.

Raul Minh'alma.

                                  

Sem comentários:

Enviar um comentário